Este site utiliza Javascript. Se você está vendo esta mensagem, é provável que a opção JavaScript no seu navegador esteja desativada. Para uma melhor visualização deste site, certifique-se de que o Javascript está habilitado para o seu browser.
Você está em: Início  >  Comunicação  >  Notícias  >  Notícias
Notícias
JUDICIÁRIO
2018-05-21 14:52:00.0 2018-05-21 14:52:00.0

Pesquisa vai avaliar sistemas eletrônicos da Justiça Federal

A Corregedoria-Geral da Justiça Federal está realizando uma pesquisa de satisfação para avaliar os sistemas judiciais eletrônicos da Justiça Federal. Para participar, é preciso preencher o formulário eletrônico disponível neste link.

O levantamento, realizado pela primeira vez, poderá ser respondido por magistrados, servidores do Judiciário, membros do Ministério Público, da Defensoria Pública, advogados, pessoas que figuram como partes ou interessados em processos que tramitem na Justiça. A avaliação começou nesta segunda-feira (21) e ficará disponível até 8 de junho.

Para o corregedor-geral da Justiça Federal, ministro Raul Araújo, os resultados da pesquisa podem ajudar a aprimorar os trabalhos da Justiça Federal, aperfeiçoando os sistemas eletrônicos e incrementando os serviços oferecidos.

“Queremos conhecer a opinião dos públicos interno (magistrados e servidores da Justiça Federal) e externo (partes, representantes do Ministério Público, defensores públicos, advogados públicos e privados). O resultado dessa pesquisa ajudará a melhorar a ferramenta, tornando-a mais efetiva, de forma a aprimorar os trabalhos da Justiça Federal”, afirmou.

Os participantes responderão a questionamentos sobre as estratégias de implantação dos sistemas, suas funcionalidades e usabilidade, além de sugerir melhorias. Entre as perguntas a serem respondidas, também foram incluídas questões sobre os mecanismos de segurança, benefícios na utilização dos sistemas digitais e facilidades na realização de atos processuais. O questionário é respondido anonimamente e tem 38 perguntas.

Para responder à pesquisa, clique aqui.
Atendimento à imprensa: (61) 3319-8598 | imprensa@stj.jus.br
Informações processuais: (61) 3319-8410