Este site utiliza Javascript. Se você está vendo esta mensagem, é provável que a opção JavaScript no seu navegador esteja desativada. Para uma melhor visualização deste site, certifique-se de que o Javascript está habilitado para o seu browser.
Você está em: Início  >  Sob medida  >  Advogado  >  Ajuda  >  Bacen Jud
Sessões do Dia
 

Bacen Jud

Veja o que fazer para o cadastramento de conta única no BacenJud

O Bacen Jud, sistema de envio de ordens judiciais de bloqueio de valores por via eletrônica, permite, agora, o cadastramento de conta única para penhora em dinheiro.

Os procedimentos para fazer essa opção estão estabelecidos na Instrução Normativa 6/2011 do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e na Resolução 61/2008 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Qualquer pessoa ou empresa poderá solicitar esse cadastramento, por meio de formulário, que deverá ser preenchido e entregue ao Protocolo do STJ, juntamente com a seguinte documentação:

1 - cópia do CPF ou CNPJ do requerente;

2 - comprovante idôneo da titularidade da conta bancária indicada no qual constem todos os dados identificadores exigidos pelo sistema Bacen Jud (banco, agência, conta-corrente, nome e CPF ou CNPJ do titular). Dispensada a indicação de agência e conta-corrente quando o requerente for instituição integrante do Sistema Financeiro Nacional;

3 - contrato social, em se tratando de pessoa jurídica.

Em caso de grupo econômico, empresa com filiais e situações análogas, é permitido o cadastramento de uma única conta para mais de uma pessoa jurídica ou natural desde que o titular da conta indicada:

1 - informe os nomes e respectivos números de inscrição no CNPJ ou CPF;

2 - apresente declaração escrita idônea, em caráter incondicional, de plena concordância com a efetivação de bloqueio de valores decorrente de ordem judicial expedida contra as pessoas por ele relacionadas;

3 - apresente declaração dos representantes legais das pessoas jurídicas e das pessoas naturais, em caráter incondicional, de plena concordância com o direcionamento das ordens judiciais de bloqueio para a conta especificada;

4 - apresente declaração da instituição financeira respectiva de que está ciente e apta a direcionar, para a conta especificada, as ordens judiciais de bloqueio expedidas contra as pessoas arroladas.

Para se informar dos demais procedimentos, leia a íntegra da Instrução Normativa 6/2011 do STJ e da Resolução 61/2008 do CNJ.

Clique aqui para acessar o formulário.

Avisos
Nome de alguns campos do Espelho do Acórdãos foram alterados

Em atendimento a diversas sugestões recebidas por meio da pesquisa de satisfação do usuário e visando facilitar o entendimento e melhoria da experiência de quem utiliza a pesquisa de jurisprudência do STJ, a SJR alterou alguns nomes de campos do espelho do acórdão.

Clique aqui e veja os novos nomes dos campos e a correlação com os nomes anteriores.

NOVA GRU COBRANÇA: mais segurança e facilidades para advogados
O novo sistema que gera a Guia de Recolhimento da União – GRU Cobrança – já está no ar. Além de mais seguro, o sistema permite agora o pagamento em dobro (quando não é comprovado, no ato de interposição do recurso, o recolhimento do preparo previsto no artigo 1.007, parágrafo 4º, do CPC). Entre as facilidades, estão, ainda, a reimpressão do boleto, a geração de guia complementar e a extensão do vencimento de 15 para 20 dias corridos. Acesse aqui o novo sistema.
GRU Cobrança (TRF's)

ATENÇÃO! Que a GRU Cobrança tornou mais fácil o pagamento das custas processuais no STJ, isso você já sabe. Mas é preciso ficar atento a um importante detalhe! Na hora de escolher o tipo de pagamento e for o caso de “Recurso Interposto em Instância Inferior”, quando a origem for Tribunal Regional Federal, a unidade da federação deve ser SEMPRE preenchida de acordo com a sede do respectivo TRF, conforme demonstrado abaixo:

  • Tribunal Regional Federal da 1ª Região – Brasília (DF)
  • Tribunal Regional Federal da 2ª Região – Rio de Janeiro (RJ)
  • Tribunal Regional Federal da 3ª Região – São Paulo (SP)
  • Tribunal Regional Federal da 4ª Região – Porto Alegre (RS)
  • Tribunal Regional Federal da 5ª Região – Recife (PE)

 
Nos casos de Tribunais de Justiça, deverá ser preenchida a UF do respectivo Tribunal.
Sobre a GRU Cobrança. A novidade foi instituída pela Resolução STJ n. 1/2014 e também atualizou os valores das custas processuais. A guia de recolhimento da União pode ser paga em qualquer instituição bancária e dispensa o preenchimento de dados no site do Tesouro Nacional. As guias, tanto para efetuar o pagamento das custas, quanto para pagar a remessa e o retorno dos autos, são emitidas exclusivamente por meio de formulários eletrônicos disponíveis aqui, no Espaço do Advogado. E mais: o sistema da GRU Cobrança fica disponível 24h por dia!

Mudanças no peticionamento eletrônico
O STJ vai fazer modificações no sistema de peticionamento eletrônico utilizado pelos advogados e órgãos públicos. As mudanças estão relacionadas principalmente ao procedimento de assinatura eletrônica, que será registrada por meio de aplicação específica, mas permitirão melhorias em todas as etapas do processo de peticionamento digital. Leia mais
Você sabe quais são as bases disponíveis para recuperação da jurisprudência do STJ?

São elas: acórdãos, súmulas, decisões monocráticas e informativos de jurisprudência. O sistema automaticamente seleciona as bases de dados de acórdãos e súmulas, mas o usuário pode, conforme sua conveniência, pesquisar em apenas uma das bases, combinar as bases disponíveis ou usar todas as bases juntas.