Aguarde ...
Informativo de Jurisprudência já tem duas edições em novo formato
19/01/2017 09:05
 
12/04/2019 04:21

...

Desde a edição de número 592, publicada em outubro de 2016, o Informativo de Jurisprudência passou a divulgar em novo formato as teses de especial relevância firmadas pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). O objetivo das mudanças foi apresentar os entendimentos jurisprudenciais de forma mais clara e objetiva aos leitores. Por isso, o periódico conta agora com textos mais curtos e com uma divisão por tabelas, em substituição ao texto corrido anteriormente utilizado.

As modificações foram implementadas como uma resposta às sugestões dos próprios usuários da ferramenta, que compõem um público formado por operadores do direito, estudantes e outros interessados. Com base no retorno dos usuários, a Secretaria de Jurisprudência, responsável pelo informativo, realiza um trabalho de aperfeiçoamento contínuo da publicação.

Atualizações automáticas

Entre as principais opções já disponíveis, está a possibilidade de que os interessados recebam atualizações automáticas diretamente na caixa de e-mail, por meio da ferramenta Feedburner. A nova ferramenta substituiu o Sistema Push, que deixou de distribuir e-mails para os assinantes do Informativo de Jurisprudência em março de 2015. O cadastro pode ser feito aqui.

O interessado também pode acessar a jurisprudência do STJ através de feeds RSS. O assinante do feed é notificado a cada nova publicação do tribunal.

Além do Informativo de Jurisprudência, a Secretaria de Jurisprudência do STJ oferece atualizações (via feeds ou via e-mail) da Pesquisa Pronta e do Jurisprudência em Teses.

Próximas edições

Na página do informativo, é possível consultar calendário com o cronograma de publicação das edições durante o primeiro semestre de 2017. As três primeiras publicações ocorrerão em 1º de fevereiro, 15 de fevereiro e 1º de março.

Para visualizar as novas edições, acesse Jurisprudência > Informativo de Jurisprudência na barra superior do site. A pesquisa de informativos anteriores pode ser feita pelo número da edição ou por ramo do direito.