Aguarde ...
Ministros do STJ são homenageados na 29ª edição do Troféu Dom Quixote
 
 
09/10/2019 22:35

...

​​O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, foi um dos homenageados da 29ª edição do Troféu Dom Quixote, com a Medalha do Mérito Justiça & Cidadania. A premiação aconteceu nesta quarta-feira (9), em evento promovido pela revista Justiça & Cidadania no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília.

Dois outros integrantes do STJ também foram homenageados: o ministro Rogerio Schietti Cruz foi agraciado com o Troféu Dom Quixote, e o ministro Ribeiro Dantas recebeu o Troféu Sancho Pança. A homenagem é prestada anualmente a personalidades que se destacam na defesa da ética, da moral e dos direitos da cidadania.

Para o presidente do STJ, a premiação representa o compromisso permanente do magistrado com a sociedade.

"Os valores da cidadania e da ética têm que permear todas as profissões. O que o Brasil mais precisa é de cultivar valores, em especial a dignidade da Justiça em respeito à cidadania. Receber essa homenagem é uma grande honra. Todo esse trabalho começou com um exemplo de pessoa, Orpheu Salles, e agora Tiago Salles dá prosseguimento ao projeto. Dentro de cada magistrado existe um Dom Quixote e é bom que esse sentimento eterno de busca pela Justiça exista", afirmou o presidente do STJ.

Ide​​​ais

Ao receber o Troféu Sancho Pança, o ministro Ribeiro Dantas disse que a premiação é importante por representar a concretização dos ideais dos personagens de Miguel de Cervantes no trabalho desenvolvido pela Justiça.

"A revista Justiça e Cidadania é uma publicação muito conceituada, e a premiação é um reconhecimento do trabalho do magistrado. É um troféu que tem todo o simbolismo da ideia de Dom Quixote como aquela pessoa que luta por ideais mais elevados de justiça e liberdade", afirmou. Em 2007, o ministro Ribeiro Dantas recebeu o Troféu Dom Quixote.

Para o ministro Rogerio Schietti, o prêmio retrata o reconhecimento pelo trabalho que é desenvolvido no Judiciário. "É um reconhecimento pela atuação de todos nós, que trabalhamos para oferecer a melhor jurisdição possível. O prêmio oferecido pelo Instituto Justiça & Cidadania é um gesto de incentivo para valorizar a magistratura e o Poder Judiciário, além de outras instituições que o recebem pelos bons serviços prestados à Justiça e ao jurisdicionado", disse.

Também estiveram presentes à cerimônia os ministros do STJ Luis Felipe Salomão, Paulo de Tarso Sanseverino, Antonio Carlos Ferreira, Villas Bôas Cueva, Marco Buzzi e Moura Ribeiro.

O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, e os ministros Gilmar Mendes, Cármen Lúcia, Rosa Weber e Edson Fachin também participaram do evento, bem como o presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Brito Pereira.

Tradi​​ção

O Troféu Dom Quixote foi criado pelo editor da revista Justiça & Cidadania, Orpheu Salles, em 1999, em homenagem ao presidente e ao vice-presidente do STF à época, ministros Carlos Velloso e Marco Aurélio. Desde então, a premiação tem sido entregue como símbolo da revista, e é concedida às personalidades do mundo jurídico que se destacam na defesa da ética, da moral e dos direitos da cidadania.

O Troféu Sancho Pança surgiu em seguida para homenagear as personalidades que, já tendo sido agraciadas com o Dom Quixote, se mantiveram fiéis aos mesmos princípios. Em 2018, a revista criou a Medalha do Mérito Justiça & Cidadania, outorgada a pessoas que já tenham recebido os dois troféus.