Aguarde ...
Quando o Poder Judiciário é o Último Recurso
 
 
29/11/2021 11:49

...

Buscando sempre acompanhar os avanços do mundo virtual e as mudanças na forma de linguagem e comunicação entre as instituições e o cidadão, o Último Recurso é produzido pela Coordenadoria de TV e Rádio do Superior Tribunal de Justiça (CRTV).

Segundo o coordenador da CRTV, Eduardo da Silva Moura, o programa é conectado com o mundo atual e contará histórias reais, utilizando uma linguagem e imagens em um formato diferenciado e sensível. "As equipes de produção, filmagem e edição se preocuparam em utilizar recursos modernos e inovadores para atrair a atenção do público, tanto na TV Justiça quanto no YouTube. O programa seguirá uma tendência do mercado audiovisual", ressalta.

Pensado para todos

O Último Recurso é inspirado em programas internacionais, com cenário virtual que se funde com a paisagem dos personagens. Foi pensado para estudantes do direito, advogados, interessados em assuntos jurídicos e, claro, para o público em geral.

Na atração, todo o caminho processual é contado de forma leve, porém firme e objetiva. A equipe foi até o personagem principal, conversou com advogados, especialistas, a família e ministros do STJ para esclarecer os casos.

O distanciamento imposto pelo protocolo de segurança, em decorrência da Covid-19, foi respeitado em todas as gravações, mas não foi obstáculo para que os fatos fossem contados da melhor maneira possível – inclusive por meio de conversas virtuais.

O telespectador terá a oportunidade de acompanhar personagens que atuaram diretamente nas histórias de vida nas quais a Justiça foi protagonista, com cidadãos que buscaram, no Poder Judiciário, a garantia de direitos que lhes foram negados.

Decisão histórica

O primeiro programa contará uma decisão histórica do Tribunal da Cidadania que mudou os rumos da Publicidade Infantil no Brasil.

De acordo com a secretária de Comunicação Social do STJ, Cristine Marques Genú, é fundamental que a sociedade tome conhecimento de decisões como essa, porque, embora o processo tenha sido direcionado a uma promoção específica, gerou impactos em toda a publicidade infantil no país.

"O programa vem ao encontro da gestão do ministro Humberto Martins, de aproximar o Tribunal da Cidadania da sociedade. Mostrar como o STJ tem sido um importante instrumento para a sociedade, quando todos os outros recursos não forem suficientes", relata.

Para o presidente da instituição, ministro Humberto Martins, a construção desse precedente é de extrema importância, pois o STJ é o Tribunal responsável por uniformizar os entendimentos jurídicos em relação à aplicação das leis federais. "Depois disso, esse julgado passou a servir como norte para as demais instâncias de como deve ser o olhar do julgador diante de propagandas abusivas", complementa Martins.

O Tribunal da Cidadania tem se dedicado a exercer a missão constitucional de garantir a integridade dos direitos do cidadão, servindo de exemplo de prestação jurisdicional e cumprindo o papel de uniformizar a interpretação do direito federal. Dessa forma, tem sido o Último Recurso de muitos cidadãos.

A edição inédita do programa será veiculada hoje (29), na TV Justiça, às 22h. As reprises ocorrem em todas as segundas-feiras, no mesmo horário.